Como tomar decisões rápidas pode influenciar sua vida e carreira

Como tomar decisões rápidas pode influenciar sua vida e carreira

Você é do tipo que funciona bem sob pressão? Há pessoas que são conhecidas por terem nervos de aço, por se mostrarem inabaláveis diante de decisões de alto risco, mesmo que elas envolvam grandes perdas, sejam elas materiais ou não. É claro que nem todo mundo é desse jeito. A pressão e a falta de tempo podem levar muitas pessoas a sempre fazer a coisa errada em um momento decisivo, entrando em pânico e sentindo-se incapazes de lidar com determinadas situações.

A incapacidade de manter a calma e racionalizar durante momentos difíceis, permitindo que o pânico tome conta, pode ser fatal no ambiente de trabalho, especialmente para pessoas que ocupam cargos mais altos, lidam com grandes somas e gerenciam outros funcionários. Já na vida particular, a falta de julgamento pode colocar fim a relacionamentos de vários níveis. Quer evitar tudo isso? Então é melhor pensar rápido! Com Optimemor+!

As decisões na vida de que trabalha com o perigo

Algumas profissões enfrentam riscos difíceis de calcular, como a de bombeiro, policial, salva-vidas e outras. Em muitos casos, os profissionais dessas áreas já tiveram um ou mais encontros com a morte e foram salvos apenas por sua capacidade de pensar racionalmente em situações de pânico e tomar a decisão certa sem rodeios. Muitos de nós ficariam paralisados de medo em situações, que envolvem tamanhos riscos.

Mas o que essas pessoas têm de especial?

Afinal, o que diferencia uma pessoa que paralisa de medo diante de uma situação de risco daquela que age instintivamente e toma a decisão certa, traçando o plano de ação mais adequado para o momento? Segundo alguns autores, o treinamento faz toda a diferença. Pessoas que recebem o preparo necessário para agir sob pressão aparentemente contam com algo parecido com “instinto”. O cérebro dessas pessoas parece buscar informações prévias sobre o melhor curso de ação, indicando imediatamente ao corpo o que fazer. Muitas vezes, uma pessoa que funciona dessa maneira frente ao perigo sequer é capaz de justificar suas ações.

É possível tomar decisões rápidas sem prejudicar a vida e a carreira?

Sim. Há coisas que podemos fazer conscientemente para tomarmos as melhores decisões em situações de risco, mesmo que não sejamos como esses verdadeiros heróis do cotidiano. Para nós, resta trabalhar com nosso racional em uma tentativa de suplantar as emoções tumultuadas que nos impedem até mesmo de optar por qualquer alternativa sob pressão. Da próxima vez que estiver vivendo algo do tipo, experimente o seguinte:

  1. Identifique suas opções: Quando o assunto é tomar decisões, sempre envolverá escolher entre duas ou mais coisas. Limite-se ao possível e ignore quaisquer outros pensamentos.
  2. Avalie possíveis saídas: De todas as opções possíveis, há alguma potencialmente melhor do que as outras? Quais são os riscos de decidir seguir cada um dos possíveis caminhos?
  3. Examine os prós e os contras: Nem sempre dá tempo de pegar um bloquinho de notas e escrever o que há de melhor e pior em cada opção, mas você sempre pode identificar uma decisão errada ao perceber que suas consequências são inaceitáveis.
  4. Escolha: Feito isso, é hora de decidir por algo. Nem sempre há uma opção completamente satisfatória, mas caso você siga essas dicas, optará mela melhor possível.
Peça agora Peça agora